domingo, 10 de julho de 2016

Próstata aumentada e a Ginecomastia




Homens X Próstata X Ginecomastia

Você é homem, com problemas de Próstata, sabe o que é a Ginecomastia?

Não? ...Eu explico:
- Neste caso, é um efeito colateral (entre outros) dos medicamentos para a próstata normalmente receitados quando é diagnosticado HPB, que se manifesta pelo aumento das mamas nos homens.

Hoje em dia, fico assustado e preocupado ao ver na praia tantos homens de meia idade com ginecomastia.



Isto não é uma situação normal! São cada vez mais! Dá-lhes um aspeto afeminado.

Em minha opinião, tenho a certeza que isto se deve aos fármacos (medicamentos químicos sintéticos) receitados para os tratamentos da próstata aumentada (HPB). 

Será que o medico avisou estes homens deste (e dos outros) efeito colaterais, no momento em que estava a prescrever tais medicamentos? Será que esses homens tiveram opção de escolha, por algo não químico e eficaz para tratar a HPB e sem efeitos colaterais? Penso que não, porque não é do interesse desses médicos.

Saiba que os efeitos colaterais são normalmente relacionados com queixas do foro sexual, nomeadamente diminuição da libido, disfunção erétil , problemas  ejaculatórios ( ejaculação retrógrada)  e ginecomastia? Alias, todos eles estão escritos nas bulas desses fármacos.

Estes medicamentos prejudicam sempre a masculinidade e a virilidade de qualquer homem.

É preciso informar que há alternativas naturais, fora da medicina convencional que é "vassala" da indústria farmacêutica.  Na Medicina de Nutrição, existem várias alternativas que tratam com grande eficácia a HPB e não têm estes problemas colaterais, tão desagradáveis para os homens.

Sempre indico o nutriterápico SSP3-Forte, porque é o que tem melhores provas dadas na sua eficácia no tratamento da HPB e evita que o homem com a próstata aumentada tenha de ser operado.

SSP3-Forte vende-se na Europa desde 1995, ou seja, há cerca de 21 anos. Se não desse resultado nos homens com HPB, tenho a certeza que já não estava disponível no mercado.



Com o Suporte Sinergético nutricional que o SSP3-FORTE fornece, a partir da 6 semana de toma, poderá começar a beneficiar, aliviar e controlar próstata, no seguinte:
  • Redução do tamanho, com a consequente desobstrução da uretra
  • Redução do PSA a níveis normais
  • Redução da frequência urinária para os níveis normais. (Noites mais bem dormidas)
  • Melhoria do jato urinário
  • Melhoria da ereção e da ejaculação
  • Melhoria na espermatogênese  (aumento da quantidade de  espermatozóides)
  • Melhoria no desempenho sexual.

Observação: Homens que estejam sob medicação para a hipertensão, diabetes, anti-depressivos, ansiolíticos, diuréticos os resultados benéficos do SSP3-Forte poderão levar mais tempo a sentir-se, porque este tipo de fármacos que tomam prejudicam a próstata; é um efeito colateral deles.


Para saber sobre a bula do SSP3-Forte, está tudo publicado na Internet neste link:
http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2013/04/ssp3-forte-bula.html 




terça-feira, 28 de junho de 2016

Prostatectomia Radical, o que é?


É a retirada total da próstata. Este órgão é muito importante para a função sexual do homem.

«... sem próstata o pénis não funciona sexualmente... Homens que são submetidos a prostatectomia total (retirada completa da próstata), apresentam impotência, diminuição do tamanho do pénis, alteração do tecido do corpo cavernoso peniano (o tecido passa a ser cartilaginoso, prejudicando a capacidade de ereção), doença de peyronie (cicatriz no tecido peniano, causa deformação e dor), entre outros problemas.»

terça-feira, 10 de maio de 2016

Prostata Tratar Sem Operar com SSP3-Forte

Próstata Aumentada Tratar sem Operar.




SSP3-Forte

Suplemento alimentar natural e nutriterápico Europeu,  que recupera a próstata para os níveis normais. 

Sem fármacos (químicos sintéticos), sem radiações, sem cirurgia. 


A HPB - Hiperplasia Prostática Benigna ( ou Hipertrofia Benigna da Próstata) é um problema crónico muito comum nos homens, normalmente a partir dos 40 anos.
Pode ser tratado (e deve) através da medicina nutricional, evitando deste modo os tratamentos convencionais habitualmente receitados, que tantos efeitos adversos trazem para a masculinidade e virilidade do homem, sendo os mais comuns a disfunção erectil, ejaculação retrógrada, redução da libido, dificuldades no orgasmo e, até, o aumento das mamas.
Neste sentido e para evitar todos estes problemas adversos, a 1ª opção do tratamento da HPB, deve ser sempre a alternativa oferecida pela Medicina Nutricional, antes que qualquer outro. É o tratamento normal e natural que a sua próstata está esperando. É o que o seu corpo reconhece e, por isto, ter tanto eficácia.

A verdade é que a quimioterapia, a radiação ou a cirurgia nada fazem para reverter a causa subjacente dos problemas na próstata. Apenas aliviam ou eliminam os sintomas.


Para saber sobre a bula do SSP3-Forte, está tudo publicado na Internet neste link:

Saiba o que os utilizadores dizem do SSP3-Forte, publicado na Internet, clique neste link:

...e os Inquéritos Clínicos aos próprios utilizadores, aqui neste link:

Estudos da eficácia do SSP3-Forte:
http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2016/03/estudos-de-eficacia-do-ssp3-forte-no.html




Para mais informações ou compras, é no site internacional www.ssp3forte.com, ou no site  http://naturalfarma.webnode.com.br/,  ou fazendo o pedido diretamente para o email leptix@gmail.com (email dos clientes que falam a Língua Portuguesa), onde não terá de pagar taxas nem comissões dos cartões.



segunda-feira, 2 de maio de 2016

As doenças não cancerosas mais comuns da Próstata.


As doenças não cancerosas mais comuns da Próstata.



1 - Prostatite

O que causa? 
É uma doença inflamatória da próstata que afeta em sua maioria homens adultos. Existem diferentes tipos de prostatite e ela pode ser causada por diferentes tipos de bactérias, vírus, fungos ou não ter causa especifica (desconhecida). 

Quais são os sintomas? 
Em um quadro típico de uma prostatite aguda, os sintomas são febre alta e repentina, mal-estar geral, calafrios, dores no períneo associado a sintomas urinários (dor ao urinar, aumento da frequência e urgência miccional). No caso de uma prostatite crónica, os sintomas são semelhantes ao do quadro agudo, porém, sem febre. Podem ocorrer incomodo após a ejaculação e saída de sangue no esperma.
Como é o diagnóstico? 
É baseado inicialmente na historia clinica do paciente. A ultrassonografia do sistema urinário e da próstata e ate uma tomografia da pelve podem ser necessárias para avaliar o quadro. Alguns exames, como análises da urina, exame de sangue e do líquido prostático obtido após o exame de toque podem ser requeridos. Estes exames indicarão a existência ou não de sinais de inflamação e infecção, indicando se o problema está localizado na próstata ou em algum outro órgão, como bexiga ou na uretra.

Como é o tratamento? 
As prostatites são tratadas de acordo com o tipo diagnosticado pelo médico. Podem ser utilizados medicamentos antibióticos, anti-inflamatórios, alfa-bloqueadores, antidepressivos tricíclicos, analgésicos, entre outros. A doença inflamatória assintomática (sem sintomas) não requer tratamento específico. Há ainda a alternativa oferecida pela medicina de Nutrição, com a toma de suplementos nutricionais específicos para o suporte nutricional da próstata (epigenética), quando a prostatite é de causa não bacteriológica. O Nutriterápico com muito sucesso é o “SSP3-Forte”.
 Devem ser evitadas no período do quadro, bebidas alcoólicas, pimentas, refrigerantes, café, leite e condimentos fortes, pois podem piorar os sintomas. O quadro de Prostatite não é contagioso e não tem relação com a doença cancerosa na próstata. 



2 - Hiperplasia Prostática Benigna ou Hiperplasia Benigna da Próstata

O que causa? 
Desequilíbrio nutricional que, como consequência, desregula a parte hormonal ou a toma prolongada de alguns medicamentos ( fármacos) como os receitados para a hipertensão arterial, colesterol, diabetes, calmantes, anti-alérgicos e outros. A obesidade também é um dos fatores causadores de HPB (e da doença cancerosa).
A Hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma das doenças mais comuns no homem idoso, tem importante impacto na qualidade de vida, por interferir diretamente nas atividades laborais e na qualidade de sono dos pacientes. Com o aumento da expectativa de vida e o envelhecimento da população, a Hiperplasia prostática benigna deve ter sua incidência e prevalência bastante aumentada. Dados mais recentes sugerem que ela ocorra em um quarto dos homens aos 50 anos de idade, em um terço dos homens aos 60 anos e em metade dos homens aos 80 anos ou mais.
A hiperplasia prostática benigna é causada devido a um aumento progressivo da glândula prostática, onde os nódulos hiperplásicos (adenomas) comprimem o tecido normal e começam a obstruir a uretra masculina. Os dois fatores importantes ligados ao desenvolvimento de HPB são a idade e o estilo de vida, que vêm a causar o desequilíbrio hormonal no homem.
Quais são os sintomas? 
Os sintomas da HPB são classificados como obstrutivos ou irritativos. Os sintomas obstrutivos são: jato fraco de urina,intermitência (urinar com interrupções), esvaziamento incompleto da bexiga. Os sintomas irritativos são: aumento da frequência urinária, notória (urinar mais a noite) e urgência (necessidade de esvaziar a bexiga com rapidez). Atualmente utilizamos o termo LUTS (sintomas do trato urinário inferior)para descrever o conjunto dos sintomas obstrutivos e irritativos, que na maioria das vezes coexistem no mesmo paciente.
Como é o diagnóstico? 
Uma boa história clínica e exame físico com o toque retal, avaliando os sintomas dos pacientes em associação com exames radiológicos de ultrassonografia das vias urinárias e da próstata são suficientes para uma detecção correta e rápida do diagnostico de HPB.
Como é o tratamento? 
Os objetivos do tratamento são aliviar os sintomas e evitar ou retardar a progressão da HPB, que pode levar a retenção urinária aguda e necessidade de cirurgia. O paciente tem papel decisivo na escolha do seu tratamento, pois o impacto dos sintomas na qualidade de vida é muito importante.
Há várias opções para o manejo de pacientes com hiperplasia prostática benigna, as convencionais e as aplicadas pela medicina nutricional.
As convencionais:
- A observação, somente acompanhando seus sintomas de perto.
- Terapia medicamentos  para aliviar sintomas e melhorar a qualidade de vida.
- Terapias minimamente invasivas e tratamento cirúrgico: utilizados para pacientes que tenham falha do tratamento medicamentoso, piora dos sintomas e riscos de progressão da doença. O mais indicado é a Ressecção Endoscópica da Próstata, realizada através da uretra, retirando em parte o tecido da próstata que cresceu e obstruiu a uretra.
As de Medicina Nutricional:
- Tratamento holístico, o mais aconselhado em minha opinião, para as doenças crónicas degenerativas, como é o caso da HPB. Este tratamento engloba:
  •         Alteração do estilo de vida, 
  •        Controlo do peso em gordura corporal (sabe-se que o excesso de peso provoca também problemas na próstata),
  •        Controlo dos níveis glicémicos, diabetes,
  •         Controlo da alimentação e bebidas a evitar e
  •         Toma de suplementos alimentares nutriterápicos específicos para o caso, que dão suporte à boa saúde da próstata, ajudando a reduzir paulatinamente o tamanho desta. Novamente, o de maior sucesso para o tratamento da HPB é o “SSP3-Forte”.




Se desejar saber mais sobre o SSP3-Forte, ou comprar, clique neste link:

Se mora nos países de Língua NÃO Portuguesa, para mais informações ou compras com cartão, vá ao site:

www.ssp3forte.eu

quinta-feira, 10 de março de 2016

SSP3-Forte tratando homens no Mundo


Utilizadores do SSP3-Forte no MUNDO:


EUA, México, Perú, Venezuela, Chile, Brasil, Portugal, Cabo Verde, Inglaterra, Espanha, França, Alemanha, Arábia saudita, Angola, África do Sul, Moçambique e Japão





Utilizadores do SSP3-Forte América do SUL




Em Portugal Continental



Em Portugal - Arquipélago dos Açores



Em Portugal - Arquipélago da Madeira






Para saber sobre a bula do SSP3-Forte, clique neste link:

domingo, 6 de março de 2016

Estudos de Eficácia do SSP3-Forte no Tratamento da Próstata (HPB ou HBP)











Para saber sobre a bula do SSP3-Forte, informação na Internet neste link:

domingo, 21 de fevereiro de 2016

O Melhor Produto Natural do Mundo para a Próstata


SSP3-FORTE, é o melhor para a Próstata, porque:


- É eficaz

- Elaborado para tratar a Hiperplasia Prostática Benigna e a Prostatite não bacteriológica

- Tem eficiência após 90 dias de toma seguida

- Não é um fármaco. Não contém químicos sintéticos.

- Sua fórmula contém substâncias nutritivas e naturais específicos para o bom funcionamento da Próstata

- Não tem efeitos adversos ou colaterais negativos

- Pode ser tomado por diabéticos

- No mercado Europeu desde 1995


Se lhe foi diagnosticado HPB então, este deve ser o 1º passo, antes de começar a tomar qualquer medicamento químico (fármaco). 
SSP3-Forte protege a sua Masculinidade e Virilidade com os seus ingredientes naturais




Há 21 anos no mercado Europeu, com um sucesso superior a 90%, o melhor remédio natural para a HPB é um Suplemento Nutricional chamado "SSP3-Forte".
Sem efeitos colaterais negativos e sem contra-indicação, o que não acontece com os fármacos normalmente receitados.

​​O SSP3-forte substitui com grande eficácia qualquer fármaco (droga medicamentosa química sintética) normalmente receitado. ​ Experimente por 90 dias seguidos e irá sentir a grande diferença na sua Masculinidade e na sua Virilidade.



- Para saber sobre a bula do SSP3-Forte, está tudo publicado na Internet neste link:

- Saiba o que os utilizadores dizem do SSP3-Forte, publicado na Internet, clique neste link:

- ...e os Inquéritos Clínicos aos próprios utilizadores, aqui neste link:





Site:
www.ssp3forte.com