quinta-feira, 4 de abril de 2013

Prostata, Obesos e Riscos



Risco de morte por câncer de próstata é maior nos obesos, diz estudo

Pesquisa revelou que os fatores metabólicos elevam risco de morte por esta doença.
Pressão alta e diabetes também influenciam; as pesquisas foram feitos na Suécia.



Pressão alta, açúcar e gordura em excesso no sangue, além de obesidade são fatores metabólicos que foram relacionados com o aumento do risco de morte por câncer de próstata em homens, de acordo com estudo publicado na revista "Câncer", da Sociedade Americana do Câncer.

Os resultados da pesquisa, sugerem que dieta e hábitos saudáveis para prever doenças no coração e diabetes ajudariam a reduzir a probabilidade de um homem morrer desta doença.
Cientistas da Universidade Umeå, na Suécia, analisaram informações de aproximadamente 290 mil homens durante 12 anos. Durante o acompanhamento, 6.673 homens foram diagnosticados com a doença e 961 morreram.

Hipertensão e obesidade têm risco maior de óbito!
A partir das observações, os estudiosos sugerem que o risco de morte por câncer de próstata é 36% maior em homens com excesso de peso e/ou obesos e 62% maior em pacientes com pressão alta (hipertensão).
A pesquisa não encontrou evidências que tais fatores metabólicos estejam ligados ao desenvolvimento do câncer, mas aponta que, se a doença for desenvolvida em homens com tais características, o risco de morte é maior.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, o de próstata ainda atinge mais os homens que o de mama afeta as mulheres. 

Portanto, tome atenção ao seu IMC e à medida da sua cintura, que não pode ultrapassar os 94 cm. Se é superior, reduza já o seu peso com exercício físico e alimentação equilibrada (basta eliminar 90% dos carboidratos da sua alimentação diária, substituindo-os por mais verduras, que podem ser cruas ou cozidas e, também, mais frutas sobretudo as vermelhas).