segunda-feira, 22 de abril de 2013

Usa Finasterida?

 A Finasterida e a Dutasterida são drogas medicamentosas ( fármacos) frequentemente receitados para tratar a Hiperplasia Benigna da Próstata  HBP), mas que sempre trazem efeitos colaterais desagradáveis, sendo que a finasterida também é receitada para tratar a calvice (!).

 Na nossa opinião os seus benefícios nada compensam os malefícios que provocam.

Vejamos noticias publicadas:


" Se soubesse, teria sido preferível ficar careca do que ficar impotente", diz ex-paciente que usava finasterida

(O mesmo tem acontecendo a muitos homens com HBP!)

Pesquisas apontam que o medicamento pode levar a problemas permanentes de ordem sexual, como dificuldade de ereção e perda de libido.

Liberada  para uso contra a calvície, a finasterida ( e, em dose mais altas,  para o tratamento da HBP) é a droga mais conhecida e usada hoje em dia contra o problema. Apesar de ter perdido a patente em 2006, a droga rendeu 424 milhões de dólares à Merck (farmacêutica que a lançou no mercado), apenas em 2012. Há um ano, no entanto, o FDA deu o sinal de alerta contra a medicação: na bula, passaria a constar que os efeitos adversos podem, em alguns casos, ser permanentes — mesmo após a suspensão do tratamento.



Publicado na revista VEJA

Vítimas da finasterida

"Comecei a tomar a finasterida em 2002, com 26 anos. Eu tinha umas entradas frontais, um pouco mais fundas do que o pessoal da minha idade, mas nada alarmante. Tomei o remédio por sete anos, e nunca tive nenhum efeito colateral... até que resolvi parar. Já na primeira semana tive diversos efeitos colaterais. Desenvolvi a doença de Peyronie, comecei a ter dificuldade em ter e em manter ereção e tive uma diminuição na consistência e na quantidade de esperma. Todos esses efeitos continuam até hoje, já desisti de procurar tratamento no Brasil. Preferia ter ficado careca."

Augusto, 36 anos

"Entrei com processo contra a farmacêutica que produzia o remédio em 2009 e estou aguardando o avanço até hoje. Tomei a finasterida por cinco anos, dos 41 aos 46 anos. Em 2006 comecei a sentir fortes dores nas costas, depois de diversos exames meu médico me disse que eu estava com osteopenia. Então parei com a medicação. Desde então minha vida sexual mudou muito, não tenho mais ereções como antes e preciso fazer reposição hormonal constantemente."

R.L.P., 53 anos

Efeitos adversos — Como o caso de Augusto, 36 anos, de Belo Horizonte. O mineiro tomou 1 miligrama de finasterida (dosagem recomendada em bula) diariamente durante sete anos. Uma semana após interromper o tratamento, os efeitos começaram a aparecer: o pênis sofreu uma curvatura, ele começou a ter dificuldade em ter e em manter a ereção, além de uma diminuição na consistência e na quantidade do esperma. "Durante três meses também tive dificuldades para urinar. Parecia que, de uma hora para outra, eu tinha envelhecido", diz.
Após percorrer diversos médicos pelo Brasil, Augusto acabou desistindo de procurar ajuda. "Ninguém sabe o que fazer, e todos acabam dizendo que meu problema é psicológico", diz. O drama do mineiro é compartilhado por R.L.P., 53 anos, funcionário público de São Paulo. Desde 2009, ele está com processo aberto contra a Merck. "Tomei o Propecia de 2001 a 2006. Parei a medicação porque ela tinha me deixado com uma dor terrível nas costas, causada pela osteopenia [redução na concentração de cálcio nos ossos, que pode levar à osteoporose]." Ao parar com a medicação, R.L.P. começou a ter problemas para manter a ereção. "Minha vida sexual não é mais a mesma. Precisei passar por tratamento psicológico e faço reposição hormonal até hoje."
Os brasileiros não estão sozinhos. Eles fazem parte de um dos principais fóruns na internet para pessoas que sofreram efeitos adversos da finasterida, o Propeciahelp. As histórias deles vão ao encontro das pesquisas clínicas que apontam os malefícios da medicação. Há ainda estudos que apontam para problemas de ordem psicológica, como a depressão, além de problemas cardiovasculares. Em uma pesquisa publicada em 2012, no Journal of Clinical Psychiatry, pesquisadores da Universidade de Washington alertam que o uso da finasterida para tratamento da calvície pode aumentar as chances de depressão e de pensamentos suicidas. "É um caminho sem volta. Uma vez que a bioquímica do corpo está modificada, não há como reverter o processo", diz Traish.

Nosso comentário:

Atenção,  todos estes efeitos adversos também são sentidos pelos homens que sofrem de Hipertrofia Benigna da próstata  que estão tomando a finasterida  ( e a dutasterida também).

Com alternativa a levar em consideração, acreditamos que o SSP3-forte é a melhor solução para tratar a HBP. É classificado por muitos utilizadores, como o melhor remédio natura para a hipertrofia benigna da próstata e, por analogia, também ajuda a outras funções, tais como a espermatogenese,  à recuperação da função sexual e ajuda no combate à calvice. Porquê? Porque a calvice está frequentemente associada a problemas com a  enzima 5-alfa redutase, tal como a HBP.



quinta-feira, 11 de abril de 2013

Novo método revolucionário para tratar próstata


É a “embolização”-, feita com anestesia local e dispensando internação hospitalar. Um método pouco invasivo, é indicado (pela medicina convencional) para homens que têm aumento benigno da próstata associado a dificuldade de urinar e de ejacular. 


É bom saber que esta técnica, já usada há algum tempo, não resolve o problema definitivamente. Dentro de 3 a 5 anos é possível que a próstata esteja dilatada de novo.Também é provável ter consequências a nível de desempenho sexual. Tudo isto, normalmente não é dito e seria importante informar.

A HBP é um sintoma não a causa, por isto ela é crónica e voltará sempre enquanto não atacar a causa do problema. 
A causa é, simplesmente, um desequilíbrio nutricional, fácil e barato de se resolver. Basta tomar diariamente o suplemento nutricional e natural "SSP3-Forte". Procure no Google por "SSP3-Forte"

Também é importante informar que há muitos fármacos (drogas medicamentosas) que fazem a próstata aumentar, como é o caso dos remédios para a pressão arterial, calmantes, anti-alérgicos, para o colesterol, para dormir e muitos outros. Leia a bula, sempre!

sábado, 6 de abril de 2013

SSP3-Forte, Bula e o que ele pode fazer por Você.


SSP3-Forte, o Melhor Remédio Natural para Tratar a hiperplasia da próstata (Próstata Aumentada).


O SSP3-FORTE é fabricado na Europa, em laboratório que segue os GMP’s (Good Manufacturing Pratices) e certificado com ISO 22000.



SSP3 Forte foi formulado para tratar a próstata inflamada, para tratar a próstata aumentada ou inchada e outros problemas de origem benigna. Comprovado pelos próprios utilizadores, é o melhor tratamento natural sem efeitos colaterais adversos, porque não contem ingredientes químicos sintéticos, como os fármacos normalmente receitados para estes problemas na próstata.
SSP3-Forte é um remédio natural para tratamento da próstata quando ela está grande, acima dos valores normais (cerca de 20g).



É um produto seguro, não químico (sintético) e não tem contra-indicação, é produzido com certificação ISO 22000.
Com o suporte sinérgico nutricional que o SSP3-FORTE fornece, a partir da 6 semana de toma, poderá começar a beneficiar, aliviar e controlar próstata, no seguinte:


  • Redução do tamanho, com a consequente desobstrução da uretra
  • Redução do PSA a níveis normais
  • Redução da frequência urinária para os níveis normais. (Noites mais bem dormidas)
  • Melhoria do jato urinário
  • Melhoria da ereção e da ejaculação
  • Melhoria na espermatogenese  (aumento da quantidade de  espermatozóides)
  • Melhoria no desempenho sexual.

- A dose diária vai de 2 a 3 cápsulas ao longo do dia, com as refeições. Deve-se tomar durante pelo menos 90 dias seguidos, ou até os sintomas de ter a próstata aumentada (HBP) desaparecerem, ou seja:

a) Para os casos da próstata ter entre 25 e 40 gramas, tomar 1 cápsula ao almoço e outra ao jantar, com a refeição (para ficar misturado com os alimentos), durante 90 dias ou até os sintomas desaparecerem. Após isto e desde que não tenha mais nenhum sintoma da HBP, passa a tomar 2 cápsulas dia sim dia não, 1 com o almoço e outra com o jantar ;  esta é a dose de manutenção para próstata estar sempre bem e funcional.

b) Para os casos da próstata com mais de 40 g, tomar 3 cápsulas ao dia, ou seja, uma cápsula com as principais refeições do dia, durante 90 dias seguidos  ou até os sintomas desaparecerem. Depois passa a 2 cápsulas por dia, 1 com cada refeição, almoço e jantar, durante outros 90 dias. Após isto e desde que não tenha mais nenhum sintoma da HBP, passa a tomar 2 cápsulas dia sim dia não; esta é a dose de manutenção para próstata estar sempre bem e funcional.


SSP3-Forte não apresenta efeitos colaterais negativos (reações adversas) ou prejudiciais ao organismo humano.

SSP3-Forte, são cápsulas que contêm apenas ingredientes naturais de alta qualidade, certificados (ISO 22000) e de potência garantida, tais como S. Repens extract, Pygeum Africanum bark, Urtica Dioica root, Pumpkin seed extract, Lycopen, Zinc, Vitamine E e Selenium.

Sem sintéticos, sem cores ou sabores artificiais, sem sal, sem açúcar  sem conservantes, sem estabilizantes, sem espessantes, sem amidos. Deve-se manter em lugar fresco e seco, longe da crianças. Fabricado em França em exclusivo para Naturalfarma.

SSP3-Forte é, na opinião de muitos utilizadores, o melhor Suporte Sinergético da Próstata que, a partir dos 3 meses de toma, ajudará a que a próstata recupere naturalmente os níveis normais de peso e do PSA, para os casos da Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP) ou Hiperplasia Prostática Benigna (HPB).

É importante tomar em consideração que a HBP é um problema crónico e degenerativo. Como tal, é importante tomar o SSP3-Forte com regularidade de modo a manter a sua próstata saudável e bem funcional

 O SSP3-Forte NÃO DIMUINUI A LIBIDO. Ajuda sim a restabelecer essa perda causada pela próstata aumentada.
Os remédios para a HPB normalmente receitados é que causam perda da Libido e impotência sexual. Ler as bulas desses remédios ( finasterida e dutasterida, entre outros). 
O SSP3Forte ajuda a recuperar a perda da atividade sexual que é normalmente causada pela HPB. 
SSP3_Forte é um Suplemento Nutricional, os outros são substâncias químicas sintéticas (fármacos) 

Veja o Video:





SSP3 Forte onde  comprar:




Saiba o que os utilizadores do SSP3-Forte dizem, neste link:
http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2013/10/faq-perguntas-e-comentarios-frequentes.html

Estudos da eficácia do SSP3-Forte:

Veja aqui as respostas dos utilizadores sobre os resultados da toma do SSP3-Forte:
http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2015/02/inqueritos-testemunhos-ssp3-forte.html

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Bacalhau é bom para a Próstata


Proteína derivada do bacalhau inibe metástase do cancro da próstata

Investigadores da University of Maryland School of Medicine identificaram um peptídeo ou proteína, derivado do bacalhau do Pacífico que pode inibir a metástase do cancro da próstata e possivelmente de outros tipos da doença, avança o portal Isaúde.

A pesquisa sugere que o agente pode ser usado como terapia dietética para complementar o tratamento padrão para a doença.

Os resultados foram publicados na revista Proceedings da Academia Nacional de Ciências. 

"O uso de produtos naturais dietéticos com actividade antitumoral é um campo importante e emergente de pesquisa. Entender como funcionam esses produtos poderia permitir-nos desenvolver alimentos que também actuam como terapias anticancro e agentes para a imunoterapia", afirma o autor sénior Hafiz Ahmed.

A maioria das pessoas com cancro morre porque as células do tumor invadem o tecido vizinho e migram para os vasos linfáticos, processo conhecido como metástase. As células cancerosas que se espalham para outras partes do corpo desenvolvem novos vasos para fornecimento de sangue e, eventualmente, domina os sistemas de órgãos da pessoa.

"Este estudo é um dos primeiros a explorar a utilidade terapêutica do glicopeptídeo contendo TFD encontrado no bacalhau para inibir a progressão do cancro da próstata", afirma Ahmed.

O antígeno TFD (Thomsen-Friedenreich dissacarídeo) na proteína do peixe está escondido em células humanas normais, mas é visível na superfície de células cancerosas, e acredita-se que desempenha um papel-chave na metástase.

Peixes polares, tal como o bacalhau do Norte, expressam glicoproteínas que são ricas em antígeno TFD, que os protege de congelar.

A equipa de pesquisa desenvolveu uma forma especial de TFD, chamada TFD100, purificada do bacalhau do Pacífico.

Usando modelos animais, os investigadores descobriram que TFD100 se liga a galectina-3, proteína que é expressa em excesso nas células do cancro da próstata, e bloqueia sua interacção com o antígeno TFD encontrado na superfície das células.

Galectina-3 (gal3) permite a adesão das células cancerosas às paredes dos vasos sanguíneos e também mata células T activas, o que ajuda as células cancerosas a se espalharem por todo o corpo e iludir o sistema imunitário.

Os investigadores observaram que TFD100 impede que as células cancerosas se liguem às paredes dos vasos, suprime a morte das células T e aumenta a resposta imunológica.

"Devido à interacção gal3-TFD ser um factor chave que conduz as metástases, TFD100 é r um agente antimetastático promissor para o tratamento de vários cancros, incluindo adenocarcinoma da próstata", concluem os investigadores.

Segundo os autores, esta pesquisa abre novos caminhos para a nossa contínua busca para descobrir novas formas de prevenir cancro de metástase para partes distantes do corpo. "Se um dia pudermos oferecer aos pacientes um suplemento dietético natural, derivado de proteínas de peixe, que poderia ajudar a bloquear esse processo, poderíamos ter um impacto significativo na melhoria dos resultados e na sobrevivência dos pacientes", afirma o investigador E. Albert Reece.

Obs.: já existe um suplemento dietético natural para tratar e prevenir a Hiperplasia Benigna da Próstata ( mais conhecida por
HBP), que se chama "SSP3-Forte". Procure no google.

Prostata, Obesos e Riscos



Risco de morte por câncer de próstata é maior nos obesos, diz estudo

Pesquisa revelou que os fatores metabólicos elevam risco de morte por esta doença.
Pressão alta e diabetes também influenciam; as pesquisas foram feitos na Suécia.



Pressão alta, açúcar e gordura em excesso no sangue, além de obesidade são fatores metabólicos que foram relacionados com o aumento do risco de morte por câncer de próstata em homens, de acordo com estudo publicado na revista "Câncer", da Sociedade Americana do Câncer.

Os resultados da pesquisa, sugerem que dieta e hábitos saudáveis para prever doenças no coração e diabetes ajudariam a reduzir a probabilidade de um homem morrer desta doença.
Cientistas da Universidade Umeå, na Suécia, analisaram informações de aproximadamente 290 mil homens durante 12 anos. Durante o acompanhamento, 6.673 homens foram diagnosticados com a doença e 961 morreram.

Hipertensão e obesidade têm risco maior de óbito!
A partir das observações, os estudiosos sugerem que o risco de morte por câncer de próstata é 36% maior em homens com excesso de peso e/ou obesos e 62% maior em pacientes com pressão alta (hipertensão).
A pesquisa não encontrou evidências que tais fatores metabólicos estejam ligados ao desenvolvimento do câncer, mas aponta que, se a doença for desenvolvida em homens com tais características, o risco de morte é maior.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, o de próstata ainda atinge mais os homens que o de mama afeta as mulheres. 

Prevenção, deve ser todos os dias para nunca desenvolver a doença.

Pode e deve fazer prevenção. Mas atenção, a prevenção não é só do diagnóstico antecipado com os exames clínicos do médico, deve também ser diariamente, comendo os alimentos bons e tendo um estilo de vida saudável. 

Portanto, tome atenção ao seu IMC e à medida da sua cintura, que não pode ultrapassar os 94 cm. Se é superior, reduza já o seu peso com exercício físico e alimentação equilibrada (basta eliminar 90% dos carboidratos, sobretudo os cereais e seus derivados e doces da sua alimentação diária, substituindo-os por mais verduras, que podem ser cruas ou cozidas e, também, mais frutas sobretudo as vermelhas). Evitar as bebidas com cafeína, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

Também é importante, para a saúde da próstata, ejacular 5 vezes por semana.

- Alimentação que trata e protege a Próstata, para ler clique neste link:


http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2013/03/alimentacao-que-trata-e-proteje-prostata.html


Um bom suplemento alimentar que ajudará a manter a próstata nutrida, saudável e funcional, evitando que ela aumente, é o nutriterápico natural  SSP3Forte. para saber mais sobre ele, clique neste link: http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2016/09/tratar-prostata-aumentada-sem-operar.html