terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

A Próstata: os problemas e os tratamentos em poucas palavras, que todo o homem deve saber.


Neste artigo falamos de:

“biopsia á próstata” 
“adenoma da próstata” 
“psa total” 
“sobre a próstata” 
“sintoma da próstata aumentada” 
“ remédio para a próstata” 
“tamanho da próstata normal” 
“psa valores” 
“neoplasia próstata” 
“HBP” 
“hiperplasia benigna da próstata” 
“tratamento para a próstata”


O adenoma da próstata é um tumor formado por células da próstata. A multiplicação destas células ocorre a uma velocidade superior ao normal, provocando assim o surgimento de uma massa, que aumenta o tamanho da próstata normal. O adenoma da próstata é um tumor benigno, o que significa que é formado por células normais, que não interferem com os tecidos circundantes, nem dão origem a metástases.

O aumento do tamanho da próstata normal provoca uma compressão nos órgãos vizinhos como a uretra e a bexiga, o que origina desconforto para o homem. Esta condição médica é conhecida como hiperplasia (ou hipertrofia) benigna da próstata (HBP) e é um problema que surge com o avançar da idade.

Na maioria dos casos, a hiperplasia benigna da próstata não requer qualquer tipo de tratamento. Apenas quando existem sintomas da próstata aumentada que afetam a vida dos pacientes, é que se aconselha a realização de tratamento para a HBP.

Os sintomas da próstata aumentada mais comuns incluem: 
- incontinência, 
- esvaziamento incompleto da bexiga, 
- dificuldade de urinar, 
- ereçoes fracas ou impotência ocasional, 
- urina com sangue, 
- necessidade recorrente de urinar durante a noite, 
- dor ao urinar. 
Todos estes sintomas da próstata aumentada exigem atenção médica.

Quando não existe certeza de qual é o problema que se abate sobre a próstata e o PSA Total está alto, sendo que a proporção do PSA Livre é inferior a 15%, pode ser necessário efetuar uma biopsia à próstata. 

A biopsia à próstata é uma intervenção invasiva, efetuada por um urologista, que consistem em retirar amostras de tecido prostático, para identificar células cancerígenas. É sempre uma  cirurgia que, na recuperação,  pode trazer muito desconforto ao paciente. Nisto inclui-se hemorragias e impotência sexual, entre outros.

Quando existem células cancerígenas, existe uma neoplasia prostática. Apesar deste problema poder assumir diferentes formas, a neoplasia prostática mais frequente é o adenocarcinoma . Esta condição surge raramente antes dos 50 anos e torna-se bastante frequente depois dessa idade. Por isso é altamente recomendável que a partir dos 50 anos de idade sejam efetuados rastreios anuais, para detetar precocemente qualquer alteração no tamanho da próstata.

O maior acesso a informação sobre a próstata e o doseamento do antigénio específico da próstata (PSA), a partir dos anos 90, levaram a um maior número de diagnósticos de neoplasia próstata.

A utilização do PSA com marcador tumoral é bastante útil na deteção de casos de cancro da próstata. O valor normal de PSA total corresponde a menos de 4,0 ng/m. Conduto, existem diversos fatores que podem alterar o valor do PSA total, como o uso de alguns medicamentos, retenção urinária, etc.

Isto significa, que não basta olhar para o campo "psa valores" para se determinar com exatidão, qual a condição médica de um paciente.

É claro que a análise dos indicadores "psa valores" é importante no diagnóstico do problema e na escolha posterior do melhor tratamento para a próstata.

O peso saudável da próstata é de 20g. Valores superiores já indicam uma HBP, que pode ir de leve, a moderada e a severa.

 Aumento da próstata deve-se, normalmente, a um desequilíbrio nutricional que provoca certas descompensações hormonais no homem ao longo dos anos, que acabam por trazer como consequência, a HBP.

No que diz respeito à saúde da próstata, convém saber que também existem fármacos (drogas medicamentosas) que prejudicam a próstata e o seu funcionamento (e a atividade sexual), originando muitas vezes o seu inchaço. 

Como exemplo desses fármacos temos os remédios para a pressão arterial, os calmantes, os anti-histamínicos e muitos outros.
Para saber mais visite:

Por isto, acontece com frequência homens sem qualquer problema na próstata, ao terem problemas de pressão arterial e ser medicados com fármacos para este fim, passem a sofrer com o aumento da próstata e todas as suas consequências desagradáveis.

No tratamento da HBP, é também importante saber que os medicamentos convencionais, os fármacos normalmente receitados, causam problemas secundários muito desconfortáveis aos homens que os tomam. A impotência sexual e o desenvolvimento das mamas (ginecomastia), são alguns destes efeitos secundários. A droga medicamentosa mais receitada para a HBP é a Finasterida (também conhecida com os nomes comerciais de Proscar, Propecia, Fincar, Finalop, Finpecia, Finax, Finast, Finara, Prosteride)
Saiba mais sobre ela e os seus efeitos colaterais desagradáveis: http://problemasnaprostata.blogspot.pt/2013/01/a-droga-medicamentosa-finasterida-ou-um.html.

A Dutasterida é outro fármaco (droga medicamentosa) frequentemente receitada para a HBP. Procure no Google e veja o que ela pode fazer no seu corpo devido aos efeitos colaterais que também tem.

Todas as drogas medicamentosas para doenças crónicas (como é o caso da HBP, que é degenerativo e crónico) eliminam os sintomas das doenças, mas não eliminam as causas. Como tal, nunca podem tratar convenientemente o problema e sempre trazem efeitos colaterais prejudiciais ao homem.

Há sempre a alternativa nutricional  ou seja, um suplementos alimentar com os nutrientes que vão suprir as deficiências nutricionais do organismo e recompor os níveis normais hormonais, fazem  assim com que a próstata volte ao seu tamanho saudável. Isto é eliminar o problema, porque se eliminam as causas do mesmo.

Apesar de não existir um remédio para a próstata milagroso, como é anunciado por umas algumas empresas pouco sérias, existem tratamentos com formulas nutricionalmente adequadas para a próstata com as quais é possível obter bons resultados. Com estes tratamentos à HBP, poderá evitar  a cirurgia e os fármacos.

O SSP3-Forte é um desses remédios naturais, especialmente concebido para os problemas da Próstata  que deve ser levando em consideração por quem procura um modo alternativo natural para controlar o aumento da próstata.

SSP3-Forte não é nenhum remédio milagroso, mas tem provado ser bastante eficaz.

Aconselhamos cautela e não acreditar em qualquer remédio (especialmente os fármacos) para a próstata que prometa milagres.